Fone: +55 11 3312-8090


Posts com a Tag ‘OHSAS 18001’

Principais alterações na ISO 45001:2018

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Se sua empresa é certificada OHSAS 18001:2007, conheça as principais alterações na ISO 45001:2018:

Contexto empresarial

Introduz novas cláusulas para a determinação sistemática e monitoramento do contexto empresarial no âmbito de questões internas e externas.

Colaboradores e outras partes interessadas

Foco aprimorado nas necessidades, expectativas para colaboradores e outras partes interessadas, identificando e compreendendo sistematicamente os fatores que necesitam ser gerenciados dentro do sistema de gestão.

Gerenciamento de riscos e oportunidades

As empresas devem determinar e quando necessário, tomar medidas para enfrentar quaisquer riscos ou oportunidades que possam impactar a capacidade do sistema de gestão para entregar os resultados desejados, incluindo a melhoria da saúde e segurança no local de trabalho.

Comprometimento da liderança e gestão

A alta administração tem mais ênfase para se envolver ativamente e assumir a responsabilidade pela eficácia do sistema de gestão.

Objetivos e Desempenho
Objetivos reforçados para melhorias e avaliação de desempenho

Requisitos ampliados relacionados à:
– Participação e consulta
– Comunicação: mais prescritiva em relação as formas de comunicação, incluindo determinação do que, quando e como comunicar.
– Compras, incluindo processos terceirizados, e contratados

Vale lembrar que a ISO 45001:2018 substitui a OHSAS 18001:2007, cujo prazo máximo para migração será de três anos, contando a partir da data da publicação (13/03/2018).

Não deixe para a última hora! Consulte a INNTELECTUS: via site | via e-mail

Diagnóstico para Transição de Norma ISO 45001:2018

terça-feira, 27 de março de 2018

É recomendável que se comece o processo de atualização da norma OHSAS 18001:2007 a ISO 45001:2018, pois a partir da publicação da ocorrida em 13/03/2018 as empresas já podem iniciar o processo de transição.

Os processos e a documentação do sistema precisarão ser revisados e alinhados de acordo com os novos requisitos, ocorrendo em seis fases:

1- Diagnóstico situação atual dos processos
2- Contexto da Organização
3- Gestão de Riscos
4- Suprimentos
5- Indicadores
6- Auditorias Internas

Não deixe para a última hora! Consulte a INNTELECTUS: via site | via e-mail

Pré-requisitos para o CRC Petrobras

segunda-feira, 19 de março de 2018

Deseja fornecer à Petrobras? Fique atento a estas dicas:

Distribuidores/Revendedores poderão requerer o seu Cadastro se os respectivos Fabricantes dos quais pretendam comercializar os materiais estiverem em processo de cadastramento no Cadastro Corporativo.

Distribuidores/Revendedores somente serão considerados aptos para comercialização após a “Aprovação” ou “Qualificação Técnica” do Fabricante.

Distribuidores/Revendedores devem verificar previamente os status (“Aprovado” ou “Qualificado Tecnicamente”) dos Fabricantes perante o Cadastro Corporativo.

O Fabricante Não Comerciante não recebe CRCC, o certificado fica atrelado ao Revendedor/Distribuidor aprovado que comercializará seus produtos.

Consulte a INNTELECTUS: via site | via e-mail

Prepare-se para a ISO 45001:2018

quinta-feira, 8 de março de 2018

Publicada em 13/03/2018, a ISO 45001:2018 substitui a norma OHSAS 18001:2007 com intuito de ser um padrão global para a certificação do Sistema de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho

A nova norma promove uma abordagem de riscos nas partes internas e externas, enfatizando a importância e decisão estratégica das empresas no Sistema de Gestão da Saúde e Segurança (OHSMS) no ambiente de trabalho.

O prazo máximo para migração será de três anos, contando a partir da data da publicação.

Não deixe para a última hora! Consulte a INNTELECTUS: via site | via e-mail

Novas regras de contratação em empresas estatais

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Entra em vigor a partir de 15 de maio de 2018 a nova Lei das Estatais (13.303/16), tendo como principal tratativa a regulamentação das contratações determinando que obrigatoriamente todas sejam realizadas através de licitações, estando abertas a quaisquer interessados que atendam aos requisitos solicitados.

Se sua empresa possui contrato vigente com a Petrobras
Os contratos vigentes permanecem inalterados até o seu vencimento, com base no Decreto 2.745/98.

É fornecedor, e deseja se cadastrar?
Conte com a INNTELECTUS para garantia do Certificado de Registro Cadastral (CRC) (antigo CRCC), necessário para cadastro de seus produtos/serviços no portal Petronect, e garanta que sua empresa forneça à Petrobras sem imprevistos.

Consulte-nos: via site | via e-mail

Obrigatoriedade da manutenção de sistemas de ar condicionado

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Foi sancionada em 04 de janeiro, pelo presidente Michel Temer, a Lei Federal nº 13.589, que torna obrigatória a execução de um plano de manutenção, operação e controle (PMOC) de sistemas e aparelhos de ar-condicionado em edifícios de uso público e coletivo, inclusive produtivos, laboratoriais e hospitalares, estes últimos obedecendo a regulamentos específicos, visando à eliminação ou minimização de riscos potenciais à saúde dos ocupantes.

De acordo com a nova Lei, deverão ser obedecidos os parâmetros normativos e de qualidade regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e as normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Segundo o presidente do Comitê Nacional de Climatização e Refrigeração e da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava), Arnaldo Basile, “foi uma longa luta, de mais de 15 anos, apoiado pela sociedade civil, que clamava pela aprovação desta lei, que trará enormes benefícios, principalmente, para a saúde da população. São inúmeras as doenças comprovadamente causadas pela má qualidade do ar, neste caso geradas por manutenção inadequada de sistemas de ar condicionado. De outra parte, os proprietários e usuários dos imóveis devem conscientizar-se que a boa manutenção planejada traz benefícios para seus empreendimentos, reduções nos custos com uma manutenção planejada, substituição de equipamentos obsoletos no momento adequado, redução dos riscos de incêndios e acidentes pessoais, possibilidade de reduções nos custos dos seguros, e fundamentalmente, melhor qualidade de vida”.

“Estamos felizes por essa conquista e por terem citado as normas técnicas na lei. A ABNT é uma entidade privada que contribui na implementação de políticas públicas. Em sintonia com as preocupações da Abrava, estamos desenvolvendo em conjunto um programa de treinamento especializado para que os profissionais do setor estejam devidamente qualificados e saibam utilizar adequadamente as normas técnicas, atendendo assim às expectativas da lei”, complementa Ricardo Fragoso, diretor geral da ABNT.

O texto da Lei determina que os proprietários, locatários e prepostos responsáveis por sistemas de climatização já instalados terão o prazo de 180 dias, a partir da regulamentação da lei, para o cumprimento de todos os seus dispositivos.

Isto provocará uma mudança no comportamento dos usuários, que com o tempo perceberão os benefícios que um sistema de climatização e ar condicionado bem operado e mantido propicia. Por outro lado, o exercício das boas práticas de engenharia, gerará mais e melhores oportunidades de empreendimentos e empregos aos profissionais e empresas do setor de Ar Condicionado, Ventilação, Refrigeração e Aquecimento (AVACR), contribuindo assim para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

ABNT/CB-055

A ABNT possui um Comitê responsável por elaborar as normas para ar-condicionado, o Comitê Brasileiro de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABNT/CB-055), cuja secretaria técnica está a cargo da Abrava.

Este Comitê tem como escopo a Normalização no campo da refrigeração, ar condicionado, ventilação e aquecimento compreendendo refrigeração comercial e industrial, ar condicionado comercial e industrial, ventilação comercial e industrial e aquecimento convencional e solar, no que concerne à terminologia, classificação; identificação; desempenho e ensaios de máquinas, equipamentos e sistemas; projeto, execução e manutenção de sistemas; conservação de alimentos perecíveis; conforto humano; qualidade do ar e conservação de energia em ambiente comercial e industrial.

São cerca de 40 normas publicadas sobre o assunto.

Fonte: Assessoria de Imprensa ABNT

Consulte-nos: via site | via e-mail

CRC – Certificado de Registro Cadastral

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Desde o dia 22/01/2018, visando adequação ao processo de cadastramento de fornecedores à 13.303/16, não serão mais emitidos o Certificado de Registro e Classificação Cadastral (CRCC) e a Declaração do Registro Simplificado (DRS), uma vez que ambos deixarão de existir. Em seu lugar, passará a vigorar o Certificado de Registro Cadastral (CRC).

Diferente do que ocorre com o CRCC e DRS, o CRC não apresentará apenas as famílias aprovadas mas os resultados parciais alcançados pelo fornecedor, mostrando no certificado os critérios aplicáveis à família de interesse onde houve aprovação.

CRC Total ou Parcial
Quando o fornecedor atender a todos os critérios aplicáveis,será emitido o CRC Total. No entanto, quando atender a pelo menos um desses parâmetros, o CRC será parcial

Equivalência ao CRCC

Serão emitidos automaticamente a partir de 22/01/2018 seus CRC Total ou Parcial caso sua empresa se enquadrar nas situações acima, ou seja que possua o CRCC e/ou DRS

Para maiores informações a respeito das Novas Regras de Contratação da Petrobras, consulte diretamente no site http://contratacao.petrobras.com.br/novas-regras-de-contratacao/nova-lei#regulamento

Consulte-nos: via site | via e-mail

Cadastro Petrobras – seja um fornecedor CRCC da Petrobras

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Os primeiros passos para a realização do Cadastro Petrobras (CRCC) no portal de fornecedores são: Primeiro Acesso, Dados Básicos e Identificação são comuns ao Cadastro Corporativo e ao Registro Local.

A INNTELECTUS possui competência e experiência para assessorar empresas nacionais internacionais na obtenção do Cadastro de Registro e Classificação Cadastral – CRCC (Petrobras), ou simplesmente Cadastro Petrobras.

Empresas interessadas em conquistar o Cadastro Petrobras (CRCC), e automaticamente ser um fornecedor qualificado da Petrobras, podem fazer isto de forma autônoma ou através da orientação de uma consultoria especializada em Cadastro Petrobras. A INNTELECTUS assessora seus clientes durante todas as fases do Cadastro Petrobras com o objetivo de reduzir consideravelmente o tempo total do cadastro através do entendimento completo da metodologia no Portal de Fornecedores Petrobras.

Você sabia que a sua empresa deve estar completamente legalizada em diferentes aspectos para fornecer para a Petrobras? Conheça os 5  critérios de avaliação do Cadastro Petrobras:

– Critério Técnico
– Critério Legal
– Critério Econômico
– Critério Gerencial
– Critério SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional)

Para empresas que já possuem o CRCC mas estão com a pontuação baixa, é recomendável a implantação dos requisitos do SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional) através da certificação nas normas ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001.

Se a sua empresa já iniciou o Cadastro Petrobras (CRCC) mas está com dificuldades em seguir adiante, realizamos uma diagnóstico gratuito para avaliação e composição do projeto base. O prazo médio para aprovação do Cadastro Petrobras CRCC é de 30(*) dias após o fechamento do portal eletrônico da Petrobras com inserção de toda a documentação solicitada.

(*) Fonte: Petrobras. O prazo pode sofrer variações sem prévio aviso pela Petrobras.

Consulte-nos: via site | via e-mail

Conheça a ISO 45001 – Segurança ocupacional e de saúde

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mais de 6.300 pessoas morrem diariamente em acidentes relacionados a trabalho ou doença, totalizando aproxidamente 2,3 milhões por ano*

O impacto das lesões e doenças ocupacionais é significativo, tanto para os empregadores quanto para a economia em geral, resultando em perdas por aposentadorias antecipadas, redução de equipe e aumento dos custos de seguros.

Para reduzir este problema, o ISO está desenvolvendo um novo padrão, ISO 45001, Sistemas de Gerenciamento de Segurança e Saúde Ocupacional – Requisitos, que ajudarão as organizações a reduzir esse déficit, fornecendo uma estrutura para melhorar a segurança dos funcionários, reduzir os riscos no local de trabalho, e criar melhores e mais seguras condições de trabalho no mundo todo.

O padrão está sendo desenvolvido atualmente por um comitê de especialistas em saúde e segurança ocupacional, e seguirá outras abordagens de sistemas de gerenciamento genéricos, como ISO 14001 e ISO 9001.

Levará em consideração outros padrões internacionais nesta área, como o OHSAS 18001, as diretrizes internacionais da Organização Internacional do Trabalho – Segurança e Saúde no Trabalho (OIT-OSH), vários padrões nacionais, as normas e convenções internacionais do trabalho da OIT.

* Fonte: Organização Internacional do Trabalho

Entre em contato conosco: via site | via e-mail



Rua Dr. Miranda de Azevedo, 793 - CEP 05027 - 000
Pompéia - São Paulo - SP - Brasil
Fones: + 55 11 3312-8090

Blog Inntelectus Twitter - Inntelectus Facebook - Inntelectus Agêngia Pulso